musica arabe para ouvir e sentir.jpg
banner sami bordokan arabe1.jpg
sami site2.jpg

Originário de Miniara-Akkar, Líbano, Sami Bordokan teve seu primeiro contato com a música árabe  em casa ouvindo o pai, alaudista e cantor .

Incansável em sua busca dos instrumentais clássicos árabes resolveu, na adolescência, seguir para o Líbano a fim de aperfeiçoar seus estudos de alaúde e de canto oriental.

Pesquisou as raízes da música clássica árabe, notadamente da Andaluzia do século X, o que levou-o para Síria, Egito e norte da África quando aprofundou-se minuciosamente nos estudos das escalas orientais (maqamat charqie), nos ritmos (iqa’a) e nos vários estilos de música árabe como o muachah andaluz

No Brasil, Sami vem realizando uma série de concertos dentre os quais destacamos: “Concertos Matinais” – Sala São Paulo/ Festival Mundial – Sesc Vila Mariana/ Bienal Internacional de Música – Belém(PA)/ II Mostra de Cultura Árabe Islâmica – Campinas/ Instrumental do Sesc Paulista.

Em 1999, dirigiu musicalmente o espetáculo “Lo Jardim de la Danza” do coreógrafo egípcio Chucri Mohamed.,representou o Líbano na “Orquestra Mediterrânea” (Mostra Sesc de Artes do Mediterrâneo) com a música de sua autoria Mitli Mitlac que faz parte de seu CD “A Corda da Alma”, lançado em Dezembro/2003 já na 3ª edição.

Compôs juntamente com seu irmão William a trilha para a peça de Teatro Salamaleque de Valéria Arbex direção Denise Weinberg e Kiko Marques 

Participou da trilha sonora  na cerimonia de abertura das Olimpiadas rio 2016 direção Beto Villares e Antônio Alves Pinto

Foi convidado pelo diretor Luiz Fernando Carvalho para interpretar o personagem Talib na minisérie Dois Irmãos de Miltoum Hatoum onde colaborou como pesquisador e também na criação da trilha original árabe juntamente com o maestro Tim Rescala.

 

 

__________

 

 

 

 

DISCOS LANÇADOS

 

 

2003 A Corda da Alma

 

 

 

 

Capa CD.jpg

orquestra Mediterranea SESC

 

capa cd orquestra mediterranea.jpg